Sem coleira, o Pit Bull corre atrás da criança a gritar. O dono tem de assistir ao que acontece a seguir

O episódio de hoje é sobre um cão de raça Pit Bull, que andou sem coleira pela rua numa noite, solto pelo dono.

Então, Stacie Rae English, a irmã do dono, decidiu contar o sucedido nas redes sociais:

“O meu irmão, Shelby, saiu com seu Pit Bull-Labrador, Hurley, por volta das 22h00 pelo nosso bairro. Quando ele passeia o Hurley tão tarde, pode deixá-lo sem coleira para que ele possa fazer o que mais adora: explorar todos os diferentes odores livremente. Eles ouviram um menino gritar, e antes que o meu irmão percebesse, Hurley correu atrás dos gritos. O meu irmão foi atrás dele e viu como Hurley tirou uma cobra cabeça de cobre do menino e a atirou longe.

Snake number two: casual copperhead with ultra clean pattern #copperhead #agkistrodon

Uma publicação partilhada por @deadsnake_greg a

Mais tarde, descobrimos que ele a matou. O menino correu para o carro da mãe e eles arrancaram tão rápido que o meu irmão não soube mais do rapaz (acreditamos que eles saíram disparados porque o menino foi mordido e precisava ir para as urgências). O meu irmão chamou as autoridades responsáveis pelo controlo de animais e a polícia chegou para averiguar a situação. Eles perguntaram se podiam examinar Hurley para ver se ele tinha sido mordido.

Para surpresa de meu irmão, Hurley estava a sangrar, tinha o pescoço inchado e estava a espumar pela boca. Eles encontraram duas marcas de mordidas no seu lábio superior, então Shelby correu com Hurley para a clínica veterinária, onde ele passou a noite para que pudessem monitorar a coagulação. Os dois voltaram hoje de manhã para casa, e graças a Deus, Hurley está bem melhor e parece apenas um pouco desconfortável com o pescoço e o rosto inchados.

Descobriu-se mais tarde que o menino tinha pisado um ninho de cobras e que Hurley tinha impedido que ele fosse mordido. Nós ainda estamos a tentar descobrir quem é a criança para garantir que ele está bem.”

Esta é a prova que o preconceito para com os Pit Bulls é injusto, pois eles não são naturalmente cães de caça ou violentos.

Gosto desta publicação -->


Hurley colocou em risco a sua vida para salvar um menino que nem sequer conhecia, demonstrando ser muito corajoso e bondoso.

PARTILHE!

Rapariga numa Suzuki Hayabusa dá baile a carro cheio de homens

Jornalista apresentava jornal, quando atrás… profissionais estavam aos beijos!