Empresa tenta comprar e destruir casa de Edith – 7 anos após a sua morte, ela resolve vingar-se

Lembra-se o filme “Up”, da Disney, lançado no ano de 2009, sobre um idoso que se recusa a ver a sua casa ser destruída por uma empresa? Pois bem, muitas pessoas desconhecem que este filme é inspirado na casa de Edith Macefield.

Edith, natural de Seattle, decidiu alistar-se no exército quando era jovem, mas após servir na Grã-Bretanha, um superior descobriu que esta tinha menos de 18 anos e enviou-a de volta para casa.

De volta aos EUA, Edith passou 60 anos na mesma casa, pertencente a um bairro que uma empresa pretendia comprar para deitar abaixo e construir um centro comercial.

Porém, Edith, com 86 anos na altura, recusou-se a abandonar a casa onde sempre viveu, e a sua casa era a única que ainda restava.

Ao longo do tempo, a empresa apresentou diversas propostas, mas a idosa não aceitou, nem mesmo quando ofereceram 1 milhão pela sua casa!

Eventualmente, os responsáveis da empresa compreenderam que não seria possível adquirir a propriedade, e decidiram construir o centro comercial à volta da mesma!

Outra surpresa foi a improvável amizade da idosa com Barry Martin, o responsável pela construção, e após Edith ter sido diagnosticada com cancro, Barry cuidou dela.

“Ela não queria acabar num lar de idosos. Queria ficar ali e morrer na casa onde a sua mãe tinha morrido. E eu percebi que se eu não cuidasse dela, ela não poderia fazer isso”, conta Barry.

Edith acabou por falecer no ano de 2008, tendo deixado a casa para Barry, que estava determinado em honrar a memória da idosa.

Mesmo contra a vontade dos empresários ricos, a casa de Edith permaneceu intacta durante 7 anos.

No ano passado, a casa foi doada a uma instituição de caridade, com o objetivo de alojar temporariamente pessoas que estejam a passar por dificuldades.

Gosto desta publicação -->

Uma história inspiradora que merece ser PARTILHADA!

Comentadores da SIC abandonam estúdio em protesto com CMTV

Cristina Ferreira e Maya trocam “acusações” em palco