Visitante de jardim zoológico filma o comportamento estranho de uma leoa

Já há muito tempo que um jardim zoológico em Buenos Aires, na Argentina, ficou conhecido por permitir aos visitantes tocar nos animais, como leões, ursos e tigres.

Os proprietários do jardim zoológico de Luján, que recebe milhares de visitantes de todas as nacionalidades todos os anos, dizem ter desenvolvido uma técnica especial para amansar os animais.

De acordo com os donos, os animais são criados como cães, a brincar, a conviver e comer juntos, como verdadeiros animais de estimação.

Porém, muitos grupos de defesa dos direitos dos animais denunciaram que o jardim zoológico droga os animais para que estes se mantenham calmos e obedientes no contacto com as pessoas.

Já foram partilhados bastantes vídeos dos animais com crianças ou adultos às costas, demasiado serenos, o que levantou as suspeitas de que os mesmos estariam sob o efeito de drogas.

Entretanto, foi aberta uma petição online para o fecho do jardim zoológico, cujas 150.000 assinaturas pretendidas estão quase a ser conseguidas.

Neste caso, o jardim zoológico de Luján está a ser acusado de maus tratos aos animais e da infração de uma lei que impede as pessoas de se aproximarem de animais selvagens.

Embora os proprietários não assumam a utilização de drogas nos animais, há muitas fotografias e vídeos que sugerem o contrário, como pode ver neste post.

Se também é contra os maus tratos animais, PARTILHE!

Menina fica congelada por 500 anos – quando a examinam, os médicos fazem uma descoberta incrível

A tosse “inofensiva” deste menino piorou cada vez mais, até que a mãe dele encontrou algo terrível no seu berço