Voluntários adaptam canos de plástico para alimentar cães de rua

Hoje vamos falar-lhe do trabalho dos cidadãos da cidade de Patos, no Sertão Paraibano, no Brasil, ligado à iniciativa da Associação Protetora dos Animais (APPA), de usar canos de plástico como bebedouros e comedouros, por forma a evitar que os cães de rua passem fome e sede.

O plano é colocar aproximadamente 50 reservas de água e alimentos pela cidade, com a ajuda dos fundos angariados através de doações.

“A escassez de alimentos para os animais de rua é praticamente absoluta. Em média, eles comem a cada 10 dias e bebem a cada 5”, conta Patrián Júnior, presidente da APPA.

canos-de-plastico1

canos-de-plastico2

Para combater isto, os membros da organização dedicam-se a instalar os canos de plástico todos os dias, colocando uma placa a solicitar que não as estraguem pois são realmente úteis para os cãezinhos abandonados. A cada 2 dias, os voluntários regressam a cada cano para o reabastecer.

Ao todo, já existem 8 reservas na cidade, distribuídos em 5 regiões distintas, de acordo com os lugares onde se verifica mais abandono.

“A ideia é conseguir controlar os animais de rua para evitar os maus-tratos e impedir uma situação de calamidade pública”, explica Patrián.

canos-de-plastico3

Gosto desta publicação -->
canos-de-plastico4

Se também apoia esta iniciativa, PARTILHE!

Você Nunca Mais Vai Sofrer De Dor De Garganta Usando O Truque Da Beterraba, Segundo Os Especialistas

Tendinite do ombro: o que é e como tratá-la