in

Veja qual carta do tarot representa o seu percurso de vida de acordo com o dia do seu nascimento

A data do seu nascimento pode revelar muitas coisas sobre a sua personalidade, e hoje vamos ajudá-lo a descobri-las através do tarot.

Primeiro, é importante chegar ao número da sua carta de tarot:

  • Some cada dígito da sua data de nascimento (por exemplo, quem nasceu no dia 1 de Janeiro de 1980 soma 1+1+1+9+8+0, que dá 20);
  • Reduza o número obtido a um número de um único dígito usando o procedimento anterior (no caso do 20, faz-se a soma de 2+0, que dá 2).

Desta forma, chegará ao número do seu trajeto de vida, ligado a uma das 9 cartas de tarot existentes:

  • Um: o Mago

É uma pessoa otimista e acredita em possibilidades infinitas. Irradia poder e confiança, e por isso é um líder natural. Quando estabelece objetivos, não pára até alcança-los e está sempre à procura do próximo feito. É ambicioso e gosta de estar no controlo das situações. É particularmente teimoso, mas basta esforçar-se um pouco para ter sucesso.

  • Dois: a Papisa

É uma pessoa que tem as respostas ou então sabe como as encontrar. Leva a vida seriamente e acredita no mundo místico, o que o torna bastante intuitivo. Não é naturalmente sociável, pois é difícil conseguir conhecer o seu verdadeiro interior, mas conhece os outros melhor do que elas a si mesmas. É um ótimo conselheiro e vê profundidade em praticamente tudo, o que pode levá-lo a complicar algumas coisas desnecessariamente.

  • Três: a Imperatriz

O seu objetivo é viver a vida ao máximo e conseguir aquilo que quer. Muitas pessoas acham-no pretensioso e materialista, o que em parte é verdade pois dá muito valor as suas posses e não se desapega das mesmas facilmente, contudo preocupa-se genuinamente com os outros. É criativo, destemido, franco e tem bom olho para os pormenores. Tem um círculo social relativamente grande e variado.

  • Quatro: o Imperador

É uma pessoa estável, trabalhadora e esforçada, que aprecia a rotina e a pontualidade. Estes fatores fazem de si alguém confiável, que se procura quando é preciso fazer um bom trabalho. Contudo, o seu sentido regrado e perfecionista pode dificultar as relações com colegas. É teimoso e sente necessidade de estar sempre certo, pelo que as suas relações podem sair afetadas.

  • Cinco: o Papa

Tem o dom da sabedoria e do ensino, pois é um comunicador nato, que sabe ouvir e falar como ninguém. É também um ótimo conselheiro, o que pode acabar por cansá-lo pois não sabe dizer que não. Respeita a história e a tradição, e embora saiba instintivamente quando deve mudar de caminho ou continuar, tem tendência para escolher aquele que oferece menos resistência quando está mais exausto a nível mental.

  • Seis: os Enamorados

É uma pessoa muito romântica, mas isso não quer dizer que os relacionamentos sejam a sua maior prioridade, e sim que tem tendência para ver as coisas através de lentes cor-de-rosa. É criativo e entusiasta, principalmente quando se presenteiam novas oportunidades na sua vida. Contudo, deve ter cuidado, pois demasiadas ideias podem acabar por o distrair e não acabar nenhuma delas. É um bom mediador, pois tem um caráter equilibrado e bom sentido de justiça.

  • Sete: o Carro

Não perde tempo a pensar no passado e procura concentrar-se no futuro e em seguir em frente, sem adiar as coisas que quer fazer. A sua vida é um carro em constante movimento. Quando define objetivos, procura concretizá-los aos poucos, e dá força aos outros para ultrapassarem os problemas. Procura união para conseguir que as coisas sejam feitas rápida e eficientemente, mas acaba por dar tanto valor às suas próprias ideias que não ouve as dos outros e pode parecer mandão. Sente uma grande frustração quando os outros não partilham o seu ponto de vista.

  • Oito: a Força

É uma pessoa cuidadosa e bondosa que sabe muito bem aquilo que quer, e por isso as suas relações decorrem tranquilamente. Irradia confiança e atrai pessoas mais tímidas, doces e discretas à sua volta. Por outro lado, a sua calma acaba por deixar alguns indivíduos mais ousados ofusca-lo e roubar-lhe a voz. Tem tendência para guardar os seus sentimentos, e caso se sinta ignorado, procura esconde-los ainda melhor.

  • Nove: o Eremita

É uma pessoa muito sábia, que por vezes pode ser vista como “sabichona”. Passa muito tempo a refletir, e por isso passa por distraído e aluado, podendo mesmo perder certas coisas que acontecem à sua volta. Porém, muitos não percebem que está mais consciente do mundo do que maior parte das pessoas. Não se importa de estar sozinho, pois sente-se confortável na própria companhia.

PARTILHE!

Adam Lambert canta versão tão emocionante de “Believe” que leva Cher às lagrimas

Remédio caseiro que cura 100 doenças