Um gatinho adotado era incapaz de parar de chorar até que a dona finalmente entendeu o porquê

Esta é a história de Alana Hadley, residente em Sturgeon Bay, Wisconsin, que estava a voltar a casa vinda de um abrigo chamado Door County Campus da Wisconsin Humane Society, onde tinha adotado um gato.

Contudo, ao chegar a casa, percebeu que algo estava errado com o gatinho de 4 meses… seria de pensar que ele ficasse feliz por finalmente ter um lar, mas ele parecia mesmo muito triste.

Ares, como Alana o batizou, não parava de miar. “Eu pensei que ele estava a miar por querer a nossa atenção e querer estar connosco”, disse a dona.

Então, Alana fez questão de lhe dar muito carinho e atenção, e ainda brinquedos para o entreter. Mas sem sucesso!

Certo dia, ela percebeu finalmente o que se passava. “Eu percebi que ele provavelmente nunca tinha estado longe da sua irmã e estava a sofrer por ter sido separado dela”, explica Alana.

A verdade é que Ares tinha chegado ao abrigo em dezembro, juntamente com a sua irmã Afrodite, na altura bebés.

Embora Alana quisesse adotar os dois, outra pessoa tinha preenchido um formulário para adotar a irmã de Ares.

“Ele miava quase sem parar até adormecer, e recomeçava ao acordar novamente. Nós pensamos que a irmã dele realmente lhe fazia falta e ele estava muito triste”, conta Alana.

Felizmente (neste caso), a adoção de Afrodite não chegou a concretizar-se, e Alana pôde adotá-la!

A partir daí, os dois irmãos ficaram muito felizes, vivendo ao lado um do outro. São inseparáveis. PARTILHE!

“Eles voltaram”. Paramédicos salvam homem, e a sua esposa procura-os em choque mais tarde

O Presidente das Filipinas destruiu carros de luxo de vendedores de droga com bulldozer