Polícia reformado é informado que não pode manter o seu cão parceiro, mas quando sabe o destino dele recusa-se a aceitar um não como resposta

Quando Matthew Hickey, um polícia de Ohio, decidiu reformar-se depois de 34 anos de serviço, ele assumiu que o seu parceiro K-9 se juntaria a ele. Infelizmente, isso não seria fácil. De acordo com uma lei estadual, o cão deveria ser prontamente leiloado para o maior lance. Apesar de ter sido seu parceiro fiel nos últimos quatro anos, Matthew foi informado de que não havia nada a fazer sobre o destino do animal.

“Para mim é como criar um filho. Ficámos ligados no treinamento básico. Assisti à respiração dele, aos movimentos da cauda”, explica Matthew. Aparentemente, ele não era o único que se sentia assim. Até mesmo o prefeito da cidade estava chateado com essa lei, apoiando o oficial enquanto este reunia o apoio da comunidade. Para determinar o valor de Ajax, um fornecedor externo foi contratado e avaliou-o em US $ 3.500. Como esse total excedia US $ 1.000 e Ajax era considerado propriedade da cidade, a lei dizia que ele precisaria de ser vendido em leilão.

A comunidade sabia que eles precisavam de levá-lo para casa, e o que fizeram em seguida rapidamente ganhou atenção nacional. Arrecadando quase 70 mil dólares, ficou claro que ninguém queria que o oficial se reformasse sozinho.

Mas numa reviravolta do destino, o dinheiro acabou por não ser necessário de todo. Veja a forma inacreditável como esta história termina no vídeo abaixo – é inacreditável o que Matthew fez com todo o dinheiro… PARTILHE!

Professor coloca filho de uma aluna contra a mesa, mas ele não sabia que estavam a gravar

A menina russa que jamais esquecerá Cristiano Ronaldo: “ele mudou a minha vida”