in

O beijo na testa é muito mais que um gesto de afeto: veja quais são os efeitos que provoca em quem o recebe

O beijo é uma forma de mostrar afeto pelo outro, e implica um certo nível de intimidade. Existem vários tipos de beijo, mas o que revela maior respeito e profundidade é o beijo na testa.

A testa é considerada um ponto sensível, uma espécie de portal para a mente e alma, a parte mais íntima do nosso ser. Por isso, muitos acreditam que beijar a testa de alguém equivale a beijar a alma da outra pessoa.

Filósofos antigos introduziram a noção de terceiro olho, associado à glândula pineal, localizada no centro da cabeça.

A glândula pineal tem a função de emitir melatonina, e segundo Descartes, é a ponte que liga o espírito e o corpo.

Ao beijarmos o ponto entre as sobrancelhas de alguém, tocamos no terceiro olho, que normalmente está adormecido, e ajudamos a despertá-lo.

O beijo na testa requer bastante confiança, sendo menos formal que o clássico beijo na bochecha, e simboliza respeito e apreciação.

Este gesto ajuda a diminuir a ansiedade e o stress e a fortalecer os laços entre as pessoas, pelo que deve fazê-lo quando alguém que ama estiver preocupado ou triste.

PARTILHE!

O mau hábito de se sentir ofendido por qualquer coisa

Vídeo mostra como a Bugatti testa os seus travões