Menino de 7 anos chamado de “monstro” – então, o seu pai dá uma lição aos agressores nas redes sociais

Esta é a história de Jackson Bezzant, um menino de 7 anos, que estava a tomar o pequeno-almoço na escola, quando foi abordado por 3 rapazes mais velhos que começaram a gozar com ele.

Os rapazes chamaram-lhe nomes como “feio” e “monstro”, e uma das auxiliares que estava presente conseguiu intervir antes que o bullying se agravasse ainda mais.

Jackson nasceu com Síndrome de Treacher Collins, uma condição rara que afetao desenvolvimento dos ossos e tecidos faciais, pelo que o menino já está quase surdo e teve de ser submetido a diversas cirurgias e fará muitas mais operações durante a vida.

A condição conferiu-lhe uma aparência distinta das outras crianças, e por isso começou a sofrer bullying.

“Certo dia, uma mulher passou por nós e ouvimo-la perguntar: viste a cara daquele menino?”, conta Dan Bezzant, o pai de Jackson.

Após saber o que tinha acontecido na escola, Dan resolveu ensinar uma lição aos bullies do filhos, e publicou-a nas redes sociais:

“O meu coração está em bocados agora, e a minha alma está a ser arrancada do meu peito. Este jovem bonito, o meu filho Jackson, tem que suportar constantemente comentários depreciativos e a ignorância como nunca tinha testemunhado antes. Ele é chamado de feio e monstro diariamente pelos seus colegas na escola. Ele fala sobre suicídio e só tem 8 anos!

Ele diz que não tem amigos e que todos o odeiam. As crianças atiram-lhe pedras, empurram-no e gritam-lhe palavras horríveis. Por favor, tire um minuto e imagine se ele fosse o seu filho. Tire um minuto para educar os seus filhos sobre as necessidades especiais. Fale com eles sobre compaixão e amor para com os nossos semelhantes. A sua condição chama-se Treacher Collins… Ele suportou uma cirurgia horrível e terá muitas mais nos próximos anos. Enfim, eu poderia continuar… mas por favor, eduque os seus filhos.

Por favor, partilhe isso. Isso não deveria estar a acontecer a ninguém!”

 

Para surpresa de Dan, a sua publicação tornou-se viral, e agora Jackson está a ser protegido por várias crianças da escola, que desejam ser seus amigos.

Graças à dimensão que a publicação teve, Dan e Jackson conheceram mais duas crianças perto do seu local de residência com Síndrome de Treacher Collins, e planeiam encontrar-se para brincar.

PARTILHE, é importante!

O marido está a ter um caso, mas a brilhante vingança da esposa fá-lo arrepender-se de tudo.

Menina fica congelada por 500 anos – quando a examinam, os médicos fazem uma descoberta incrível