Nova dona da casa encontra carta de ex-moradores

Após mudar-se com a família para a sua casa nova, Miranda encontrou uma carta da antiga proprietária dirigida a eles.

Na carta escrita à mão, estava um pedido algo peculiar, mas que Miranda não hesitou em aceder ao mesmo. Os antigos donos da casa queriam ajuda para um gato velho e abandonado que vive no jardim da casa.

Aqui fica a mensagem:

“Bem-vindos à nossa amada casa! Nós esperamos que gostem tanto dela quanto nós gostamos! Há um favor que queremos pedir. Não precisam de fazê-lo, mas nós agradeceríamos se o fizessem. No quintal, há um gatinho laranja idoso. Ele é selvagem e nasceu aí há 12 anos. Ele tem uma patinha magoada e não deixará que cheguem perto dele. Há anos que o alimentamos diariamente duas vezes por dia, geralmente com comida de gato e um pouco de água na varanda do fundo. Nós comprámos uma casinha para ele para os dias de chuva e de inverno, que está contra o muro do quintal. Nós ficaríamos realmente gratos se continuassem a alimentá-lo. Custou-nos muito ter que deixá-lo para trás. Que Deus vos abençoe e bem-vindos à nova casa!”

Ver esta publicação no Instagram

Raz visited last night I think hes starting to trust us before we go out to give him food there's a moment where he pauses like he's trying to decide whether he's going to run or not #cat #catsofinstagram #Raz #razthecat #orange #kitty

Uma publicação partilhada por @ wottrns a

“Nós olhámos imediatamente pela porta de vidro que levava ao jardim e vimos que ele já estava ali, a olhar para nós”, lembra Miranda, que decidiu batizar o gato de Razum. Felizmente para Razum, Miranda e a família adoram animais e têm cinco gatos!

“Nós rimos, pois já tínhamos cinco gatos, dos quais quatro eram de rua quando os adotámos”, conta Miranda.

Com o tempo, a família percebeu que Razum era mesmo muito reservado e evitava ao máximo o contacto com humanos. Embora aceitasse de bom grado a comida oferecida, desaparecia sempre que alguém se tentava aproximar.

Contudo, Miranda não queria desistir dele, e deu-lhe tempo para se habituar a ela e à nova família. Passadas algumas semanas, conseguiu ver a primeira mudança positiva!

“Ele costumava esconder-se quando alguém se aproximada da porta. Agora, já podemos sentar-nos juntamente com ele na varanda. Ele até come da sua tigela quando a porta de vidro está aberta, algo que ele não se atrevia a fazer antes”, diz a mulher.

Será que algum dia Razum vai confiar o suficiente neles para se juntar à família? Seja como for, vai poder contar sempre com os cuidados de Miranda e dos seus.

As bebidas energéticas são mais perigosas do que pensamos: os cardiologistas lançam um aviso

Veja a nova e perigosa ilha que apareceu no Triângulo das Bermudas!