in ,

Colocaram-na num saco e deitaram-no no lixo, mas felizmente alguém a encontrou!

Esta é a história de Anora, uma cadelinha que foi vítima de uma enorme crueldade: foi colocada num saco e deixada no lixo, na Transilvânia (Roménia).

No dia 10 de julho de 2016, o saco chamou a atenção de várias pessoas, que felizmente resolveram investiga-lo.

Lá dentro, encontraram o corpo, aparentemente sem vida, de uma cadelinha indefesa, mas felizmente esta ainda estava viva.

Contudo, o estado de Anora era muito grave, pois estava cheia de vermes ainda vivos. É possível que os vermes tenham sido atraídos pelo sangue, que a pobre cadela exibia devido aos ferimentos que sofreu, com a intenção de a matar.

A pequena ficou durante dias presa, à fome e desidratada, até ser encontrada e levada urgentemente ao Transylvania Animal Care.

Aí, os veterinários limparam-na e medicaram-na, tratando da ferida profunda que tinha na cabeça.

Entretanto, uma radiografia mostrou que Anora tinha uma fratura na pata, por ter sido agredida brutalmente.

Após várias operações e medicação, a cadelinha recuperou e foi adotada por Helen Taylor, que foi quem a batizou de “Anora”, isto é, “luz”.

Atualmente, Anora encontra-se bem de saúde e tem todo o amor do mundo por parte da sua dona.

Esperamos que os casos de violência como este possam um dia deixar de existir por completo, pois os animais são seres puros que merecem todo o respeito, carinho e dignidade. PARTILHE!

20 cães muito tolos

Salvou uma tartaruga ao consertar a sua carapaça com fibra de vidro: anos depois acontece um reencontro lindíssimo