in

As flores fazem-nos mesmo sentir melhor – estudos descobrem que reduzem dor e ansiedade

Recentemente, os investigadores da Universidade Estadual do Kansas publicaram um artigo na revista da American Horticultural Society, que mostrou que as flores tiveram um impacto terapêutico nos pacientes que as tiveram nas suas salas de recuperação após cirurgia.

Os pacientes da investigação ​​tiveram menos necessidade de analgésicos, assim como pressão arterial e frequência cardíaca reduzidas, menos dor e fadiga e maior satisfação com os seus quartos de hospital do que um grupo de controlo que não tinha flores no seu quarto.

“Os resultados desta investigação sugerem que as plantas num ambiente hospitalar podem ser não invasivas, baratas e uma medicina complementar eficaz para pacientes que recuperam de uma cirurgia abdominal”, disseram os investigadores.

Segundo um estudo de 11 anos, publicado no British Journal of Sports Medicine, atividades de lazer como a jardinagem demonstraram ter os mesmos benefícios que ir ao ginásio.

Também já foi provado que as plantas de interior apresentam vários benefícios, como a melhoria da qualidade do ar, por exemplo.

Há muito tempo que existem evidências de que pessoas expostas a praticamente qualquer elemento da natureza revelam uma redução dos níveis de stress e mudanças positivas no cérebro, coração e outros músculos.

Não é preciso preocupar-se em manter plantas de interior vivas para usufruir dos benefícios, embora isso seja o ideal. Um tratamento semanal na forma de um buquê pode ter quase os mesmos efeitos (pelo menos enquanto as flores estiverem vivas – deixar flores mortas por casa não vai animá-lo).

No ano passado, saiu outro estudo sobre os efeitos de alívio de stress das flores, em mulheres em particular. Realizado em 2017, o estudo contou com a participação de 170 mulheres com idades entre os 18 e os 65 anos – 1/3 recebeu um arranjo floral, 1/3 recebeu uma vela luxuosa e o último 1/3 (o grupo de controlo) não recebeu nenhum presente.

Quando os três grupos completaram os exames para medir o seu stress, o grupo que recebeu as flores verificou “uma diminuição significativa nos seus níveis de stress e melhorias no seu humor”.

Uma redução mensurável no stress não só é algo muito bom, como também profundamente importante para a saúde. Qualquer coisa que ajude a diminuir o stress pode reduzir a quantia que gastamos com a saúde, tanto individualmente quanto como país.

Até mesmo estudos feitos em homens mostraram que as flores ajudam a criar um ambiente mais sereno. Um estudo feito com uma amostra de trabalhadores de escritório do sexo masculino, no Japão, concluiu que aqueles que expostos a pétalas de rosas frescas por apenas alguns minutos relataram melhorias psicológicas e fisiológicas – os seus batimentos cardíacos estavam mais baixos e sentiam-se mais descontraídos.

A ideia de que as plantas e flores podem ter um efeito medicinal no corpo está a ganhar força e há dados crescentes para a sustentar.

Por isso, da próxima vez que precisar de se alegrar depois de um dia difícil ou diminuir o nível de stress em sua casa, experimente ir à florista.

PARTILHE!

Filmagens de segurança capturam momento arrepiante em que mulher desliza um bilhete ao veterinário enquanto os polícias planeiam o movimento seguinte

Em Manhattan, instalaram sacos de boxe para aliviar o stress. Não é fácil viver em grandes cidades