As bebidas energéticas são mais perigosas do que pensamos: os cardiologistas lançam um aviso

As bebidas energéticas podem ser adquiridas facilmente em qualquer supermercado, não existindo nenhuma restrição de quantidade ou idade de quem os consome.

Porém, a verdade é que estas bebidas podem provocar sérios problemas na saúde dos seus consumidores.

No geral, este tipo de bebidas é mais ingerido pelas pessoas que precisam de melhorar a sua performance física ou mental, como estudantes ou atletas.

Embora sejam ricas em cafeína e açúcares, essenciais para os músculos e cérebro funcionarem corretamente, também apresentam muitos efeitos indesejados.

Recentemente, um estudo dinamarquês revelou que os efeitos negativos do consumo de bebidas energéticas se verificaram em 42% dos participantes, sendo eles ansiedade e inquietação, insónia e taquicardia.

Nas pessoas que já de si são predispostas a problemas cardíacos, ansiedade e ataques de pânico, ainda é pior, porque estas bebidas aumentam o batimento e a pressão arterial.

Infelizmente, as bebidas energéticas são bastante comuns entre os jovens, que não têm consciência do perigo que as mesmas representam. Por causa disso, um jovem morreu após ingerir várias bebidas energéticas enquanto jogava videojogos.

Para além de tudo isto, é importante lembrar que, como são bebidas bastante doces, também criam uma dependência forte.

PARTILHE, é importante!

Não corta o cabelo há 50 anos: este homem de 73 anos tira o turbante e mostra-nos o seu recorde

Nova dona da casa encontra carta de ex-moradores