in

Após quase morrer, porquinho órfão é adotado por cadelinha que o amamenta e enche de carinho

Esta é a história de Katjing, uma cadela de raça Rhodesian Ridgeback, que aos 8 anos adotou um porquinho recém-nascido, o pequeno e mal-humorado Paulinchen.

Paulinchen foi encontrado quase sem vida pelos donos de Katjing, numa fazenda em Hoerstel, na Alemanha.

Felizmente, o casal conseguiu reanimá-lo e decidiu levá-lo para a sua quinta. Já em casa, colocaram-no junto da adorada cadela, e deu-se amor à primeira vista.

“Os porcos selvagens costumam andar por aqui e a porca acabou por dar à luz uma ninhada. Encontrei Paulinchen sozinho, e quando o agarrei, ele estava com muito frio. Eu tinha a certeza que as raposas certamente o comeriam naquela mesma noite, então levei-o para minha casa e coloquei-o perto da Katjing. Ela tinha acabado de dar à luz uma ninhada, que agora tem 10 meses de idade, e eu pensei que havia uma possibilidade de ela assumir a tarefa de cuidar dele”, disse Roland, o dono de Katjing, e agora também de Paulinchen.

De facto, a doce cadela teve a iniciativa de amamentar o novo filho adotivo e trata-lo com todo o carinho.

“A Katjing é a melhor mãe que o Paulinchen poderia alguma vez ter. Ela ama o seu filhote porquinho. Quando o encontrou, começou imediatamente a limpá-lo como se fosse um dos próprios filhotes. Dias depois, começou a produzir leite novamente para o amamentar. É evidente que o considera como seu próprio bebé. É a mãe do ano!”, conta Roland.

Katjing e Paulinchen são a prova de que é possível amar de verdade, mesmo sem partilhar o mesmo sangue.

Uma mulher acaba com 4 sobrancelhas após um desastroso tratamento de tatuagem semipermanente

Cão rottweiler passa a noite a cuidar de bebé abandonado e salva a sua vida