in

Pés inchados: o que pode ser e o que fazer

Acontece-lhe chegar ao fim do dia e ter os pés tão inchados que mal cabem nos sapatos? Caso sofra de pés inchados, independentemente do sapato e de quanto tempo ande, vai sempre sentir incómodo.

Por vezes, a origem é simples, como retenção de líquidos ou uso de peças de roupa muitos justas, mas também pode ter a ver com problemas mais sérios, como inflamação nas veias.

As extremidades do corpo são as primeiras a alertar quando há algo de errado no sistema circulatório. Quando isso acontece, o tamanho dos vasos sanguíneos diminui e a probabilidade de obstrução aumenta.

De seguida, deixamos uma lista das causas mais comuns dos pés inchados:

  • Insuficiência cardíaca

Ocorre quando o coração não consegue bombear sangue para todo o corpo, devido a doenças artérias coronárias, diabetes ou hipertensão.

  • Doença venosa

Ocorre quando as veias não conseguem enviar o sangue para o coração eficientemente, devido a varizes, trombose ou problemas linfáticos. Tenha atenção a sintomas como dores e pele escurecida.

  • Inchaço muscular

Pode acontecer quando os músculos das pernas não têm força que chegue para que as veias enviem sangue para o coração.

  • Deficit de proteína

O inchaço nos pés pode ocorrer por falta de proteína, desnutrição ou doenças crónicas como o cancro.

  • Sedentarismo

Caso passe muito tempo na mesma posição, é possível que a circulação seja afetada e ocorra inchaço.

Se tiver os pés ou pernas inchados, deve consultar um médico rapidamente, mas entretanto há coisas que pode fazer para reduzir o inchaço:

  • Banho de água quente e fria

Caso tenha os pés inchados, faça uma imersão alternada entre água quente e fria. Coloque-os num balde com água fria durante 3 minutos, e logo a seguir em água quente (mas não demasiado quente). Pode mesmo fazer isso no chuveiro.

  • Imersão em sulfato de magnésio

Misture uma chávena de sulfato de magnésio num balde com água morna até aos tornozelos. Faça uma imersão durante 15 minutos, de preferência antes de deitar. O sulfato de magnésio vai ajudar a reduzir o inchaço, ativando a circulação do sangue.

  • Compressa de vinagre de maçã

Misture vinagre de maçã com água morna, em partes iguais, num recipiente. Humedeça um pano de algodão na mistura e enrole os pés no mesmo. Deixe atuar durante pelo menos meia hora. O vinagre de maçã é rico em potássio, ajudando a reduzir o inchaço.

  • Massagem com óleo de camomila

Passe um pouco de óleo de camomila nas mãos, esfregue até aquecer e massaje os pés em movimentos circulares e gentis. A massagem vai reduzir a retenção de líquidos e relaxar os músculos, ativando a circulação. A camomila tem propriedades relaxantes e anti-inflamatórias, pelo que é um poderoso aliado neste caso.

  • Escalda-pés de óleos essenciais

Coloque água borna até aos tornozelos e misture uma chávena de sal e duas gotas de óleo essencial de cânfora, lavanda e arnica. Faça uma imersão até a água arrefecer por completo, e lave e hidrate os pés a seguir. Depois do tratamento, coloque os pés para cima, para estimular a circulação sanguínea.

Durante a gravidez, é particularmente comum ter os pés inchados, em especial durante o último trimestre. Para ajudar a evitar isso, deixamos algumas dicas úteis:

  • Mantenha-se hidratada – beba água, sumos naturais, água de coco, águas com sabores ou chás permitidos;
  • Durma bem, de preferência do lado esquerdo, com uma almofada entre as pernas;
  • Sente-se corretamente – verifique se os joelhos e o assento estão alinhados, e os pés firmes no chão. Caso não estejam, coloque um apoio para os pés;
  • Calce sapatos confortáveis – não use saltos, sapatos apertados ou botas;
  • Faça exercício físico – opte por caminhadas ou yoga.

Para algumas dicas extra, veja o vídeo abaixo. PARTILHE!

Piada do dia: sogra de fazendeiro vai a óbito

Mulher suspeita problema urgente quando vê cães a ladrar desesperadamente na rua e estes levam-na até uma casa