in

Mulher suspeita problema urgente quando vê cães a ladrar desesperadamente na rua e estes levam-na até uma casa

Os cães podem ser treinados para farejar dispositivos explosivos, localizar crianças desaparecidas e sentir quando alguém está prestes a ter uma convulsão – não há nenhuma dúvida sobre o facto de serem animais incríveis.

Para a maioria das pessoas, os seus cães são leais e fiéis companheiros que se encolhem no sofá ao seu lado e imploram por comida a toda a hora, mas para uma mulher da Flórida, as ações dos seus cães assumiram proporções inimagináveis.

Maureen Hatcher estava em casa sozinha com os seus dois labradores, Bella e Sadie, quando se começou a sentir mal e instantaneamente soube que havia algo de errado com ela.

Ela colapsou no chão, mas olhou para cima quando Sadie entrou no quarto e disse três palavras que provavelmente salvaram a sua vida: “A mãe precisa de ajuda”.

Num piscar de olhos, os cães correram, e milagrosamente, a porta da frente não fechou como sempre. Os cães saíram pela porta da frente e galoparam pela rua para encontrar alguém que pudesse salvar a sua dona.

Em poucos minutos, uma vizinha seguiu os cães até casa de Hatcher e encontrou-a deitada no chão. Infelizmente, ela sofreu um derrame grave.

A vizinha percebeu que algo estava errado quando os cães começaram a latir furiosamente ao ar livre, e ao encontrar Hatcher no meio de uma emergência médica, ligou para as urgências.

A mulher foi levada à pressa para um centro de acidente vascular cerebral abrangente local, onde uma equipa médica tentou um procedimento novo e inovador para remover o coágulo de sangue no seu pescoço, a causa do derrame.

A ação brilhante dos cães foi capturada em vídeo pelas câmaras de vigilância à porta da casa de Hatcher. Se eles não tivessem entrado na sala precisamente quando o fizeram, encontrado Hatcher desamparada, e inerentemente compreendido a gravidade da situação e o apelo de Hatcher para que eles ajudassem, o resultado teria sido tragicamente diferente.

Foi realmente um milagre que a porta também estivesse entreaberta, permitindo que os cães corressem para fora à procura de ajuda. Sem essa resposta imediata à sua emergência médica, Hatcher poderia ter sofrido danos permanentes no cérebro ou pior.

“Eu tinha um anjo do outro lado da rua. Tive um resgate brilhante no bairro e no hospital. Por direito, eu não deveria estar como estou. Eu sou abençoada, muito abençoada”, disse Hatcher.

Hatcher sofreu um derrame isquémico, pois um coágulo cortou o fluxo sanguíneo do lado direito do cérebro, e cada segundo conta em tal situação de risco de vida.

Bella e Sadie não são apenas maravilhosos animais de estimação, como também verdadeiros heróis.

PARTILHE!

Pés inchados: o que pode ser e o que fazer

Para que serve a erva-cidreira