in

Lobo fica à beira da estrada durante meses até estranho corajoso se aproximar e descobrir a verdade dilacerante

Este é a matéria de que as histórias assustadoras são feitas: uma criatura assustadora no escuro. Demorou vários meses agonizantes até que alguém finalmente reunisse coragem para parar e ir ver melhor.

O animal era ossudo, com pedaços de pelo completamente ausentes do seu corpo, mas bem peludo à volta da cabeça e pescoço, quase como um lobo. Ele estava debruçado e mancava quando caminhava.

A pele que espreitava da sua pele desigual era escamosa e a cauda encolhida como as criaturas de uma história de terror…

Felizmente, uma mulher corajosa que passava pelo pomar da Califórnia, onde o animal costumava estar, não conseguia acreditar no que estava a ver. Ela publicou no Facebook imediatamente, pedindo ajuda para descobrir o que era aquele animal e se precisava de ajuda.

A amante de animais local e resgatadora de cães, Megan Bowe, viu a publicação no Facebook e apareceu rapidamente. Ela é a fundadora da Bowe’s Adoptable Rescue Pups (cães resgatados para adoção).

“Eu estava prestes a chorar quando vi quão má era a situação. Ele estava mesmo mal, deprimido e mal conseguia aguentar de pé”, conta Megan.

Na verdade, não era um lobo, e sim um pastor alemão incrivelmente doente, quase a morrer. Megan batizou-o de King e levou-o cautelosamente para o seu carro e para um veterinário de emergência. King sabia que Megan estava a tentar ajudá-lo, porque foi com ela de bom grado, sem qualquer problema ou tendências agressivas.

O veterinário descobriu que King tinha a pélvis partida, a cauda severamente ferida e sarna. Ele já parecia ter uma idade bastante avançada, mas na verdade era apenas um filhote de 12 meses de idade.

“O meu veterinário acha que ele foi atropelado por um carro e isso explicaria como é que a cauda dele estava tão mal também. Aquela lesão aconteceu meses atrás, porque quando eu cheguei já tinha começado a cicatrizar incorretamente. Devido à pélvis fraturada, ele não conseguia mexer-se muito por conta própria para procurar comida, e por isso estava extremamente magro e desidratado”, explica Megan.

A sarna é altamente contagiosa, por isso Megan colocou-o em quarentena na sua garagem para evitar a propagação para os seus outros animais de estimação de resgate. Então, começou com uma dieta muito limitada, na esperança de aumentar a sua força para a cirurgia.

King ficou incrivelmente grato pela ajuda de Megan e demonstrou isso de pequenas formas, da melhor maneira que pôde. Mas era claro que ainda tinha muitas dores.

“Ele é um cãozinho muito amoroso. Eu estive triste, e ele colocou o seu rosto bem próximo ao meu e inclinou-se como se estivesse a dar um abraço. Ele tem estado tão calmo e relaxado com tudo”, conta Megan.

Levou cerca de seis semanas de alimentação, remédios e dedicação cuidadosa para a sarna de King melhorar e ele estar pronto para a cirurgia ao quadril e à cauda.

“Embora o King ainda não esteja fora de perigo, ele já está muito melhor – e já parece completamente diferente da criatura “assustadora” que as pessoas achavam que ele era”, diz Megan.

Vão ser precisos mais alguns meses até que King esteja pronto para ser adotado, mas por enquanto, Megan está a mostrar-lhe como é ser amado incondicionalmente, aproveitar a vida como um cão normal a comer biscoitos, a fazer caminhadas suaves e respirar ar fresco em passeios de carro com as janelas abertas.

“Ele está mais feliz do que nunca agora. É difícil pensar que todos aqueles carros passaram por ele e nunca pararam”, lembra Megan.

Graças a Deus, um estranho bondoso e compassivo parou e pediu ajuda para salvar King. Nós esperamos que ele encontre uma casa maravilhosa em breve, e uma família que lhe dê todo o amor que ele merece. PARTILHE!

Como fazer chantilly caseiro perfeito: receitas e dicas

Combater celulite, varizes e dores musculares com álcool de alecrim