Esposa de luto pelo marido com quem estava casada há 18 anos recebe visita de desconhecidos sobre o anel de casamento dele

Algumas histórias são difíceis de discutir – Rhonda Thill é a primeira a admitir que a história do falecimento do seu marido é uma delas, mas vem com uma parte boa.

Num piscar de olhos, o mundo inteiro de Rhonda virou de cabeça para baixo quando um patrulheiro rodoviário bateu à sua porta para lhe dar as piores notícias que já recebeu: o seu marido Randy, com quem estava casada há 18 anos, tinha sofrido um acidente de moto e não tinha sobrevivido. Rhonda ficou com o coração partido.

Nos dias seguintes ao acidente, Rhonda recebeu os itens pessoais que ele tinha durante o acidente, e depois de os analisar, ela percebeu que o seu anel de casamento estava em falta.

Ela sabia que Randy usava sempre o seu anel e estava convencida de que, de alguma forma, este tinha caído do seu dedo durante o impacto do acidente. Provavelmente, foi perdido para sempre e ela ficou arrasada.

Ter a aliança de casamento do seu marido era algo que ela queria desesperadamente. Devastada, ela confessou a sua tristeza a um amigo próximo que, em seguida, falou com outra pessoa, que falou com outra pessoa até que um gangue de motociclistas soube do anel de casamento em falta.

Os motociclistas andam juntos e estão lá uns para os outros venha o que vier, e quando souberam dos pedidos de ajuda da viúva, souberam que tinham de ajudar.

Apesar de alguns motociclistas não conhecerem Randy ou Rhonda pessoalmente, eles partiram em busca de uma aliança de ouro brilhante onde o acidente tinha acontecido. Em 45 minutos, algo brilhante no meio da sujidade chamou a atenção deles…

Eles não podiam acreditar na sua sorte, e foram diretos para a casa de Rhonda para partilhar com ela o que tinham encontrado.

Os eventos que se desdobraram a seguir nunca serão esquecidos por Rhonda, que atendeu a porta e encontrou um gangue inteiro de motoqueiros à sua porta.

Às vezes, pequenos milagres acontecem e podem ajudar as pessoas a recuperar durante o período em que mais precisam de esperança.

Mãe liga para as emergências por causa do filho no suporte de vida. Os bombeiros defendem o seu ato: “tinham de ver o que nós vimos”

Jovem morre de embolia pulmonar causada pelo uso de anticoncecional