in

Cães sabem quando uma pessoa é boa ou má

Às vezes, pode ser difícil dizer se alguém foi bom ou mau para o seu cão quando deixou os dois sozinhos. Mas, graças à ciência, agora há uma maneira de saber.

Os instintos de cachorro são estranhos – eles permitem identificar o perigo a partir de 2km de distância e sentir quando você está com medo… mas também ficam aterrorizados com aspiradores!

Mas um novo estudo científico revelou outro talento oculto que os cães têm, e muitos donos de cães já suspeitavam disso há muito: eles sabem quando alguém é bom e genuíno!


O estudo vem da Universidade de Kyoto, no Japão, onde realizaram um teste em que tentaram enganar os cães para ver os resultados.

Primeiro, colocaram um cão, um humano e dois recipientes numa sala. Então, o humano apontava para o primeiro recipiente e encorajava o cão a ir em direção a ele. O primeiro recipiente seria preenchido com comida. Depois, o humano apontava para o segundo recipiente. O cão corria em direção a ele e descobria que estava vazio.

Mais tarde, a mesma pessoa e o mesmo cão eram levados novamente para uma sala com um recipiente de comida. O humano apontava para o recipiente, mas o cão recusou-se a ir até lá, sabendo que o humano não era de confiança.

Este teste foi realizado várias vezes, com 34 cães diferentes. De todas as vezes, os resultados foram os mesmos. Os cães recusaram-se a ir ao recipiente depois de o encontrar vazio anteriormente.

Isto tem algumas implicações importantes em como os seres humanos compreendem a inteligência do cão e como os cães veem os humanos. Eles recusam-se a deixar-se enganar duas vezes.

Então, se você suspeitar que alguém enganou o seu cão, apenas esconda um pouco de comida e faça a pessoa apontar para o esconderijo à frente do seu cão. A pessoa pode não perceber, mas você vai ficar mais descansado.

Isto também mostra o quão importante é manter a sua própria relação de confiança com o seu cão.

Todos os especialistas que realizaram esta experiência ficaram chocados com a rapidez com que um cão desconfiava de um humano e como as ações dos cães eram consistentes.

Os cães naturalmente gostam da previsibilidade e sentem-se confortáveis com isso, o que significa que, ao treiná-los, precisa de ser o mais consistente possível. Quando muda as regras, isso torna-se confuso para eles.

Os cientistas da Universidade de Kyoto planeiam investigar esse comportamento com muito mais cuidado.

A próxima experiência será exatamente igual em relação aos procedimentos, mas com lobos em vez de cães. O objetivo é ver se esse instinto e a perda de confiança surgiram nos cães desde que foram domesticados ou se é algo da sua natureza primordial.

Se está a questionar-se se o seu cão confia ou não em si, há várias maneiras de saber. Alguns sinais são mais fáceis de detetar que outros. Os cães que confiam nos seus donos conhecem as suas rotinas, fazem contato visual com eles durante um longo período de tempo, gostam de dormir nos seus quartos e gostam de levar os seus sapatos. Se o seu cão faz um ou todos estes, então ele definitivamente confia em si.

Isso apenas mostra que, assim como os elefantes, os cães são seres incríveis, e nunca esquecem.

PARTILHE!

Gatinho Recebe 4 Patas Como Prótese Depois De As Perder No Frio Intenso

Durante as 8 horas de voo, passageiro filma o pesadelo que viveu por causa de uma criança