in

A fábula do agricultor: a história chinesa que todos deveríamos ler

Hoje vamos contar-lhe uma história de origem chinesa, que certamente o vai fazer refletir sobre a vida:

Certo dia, o filho de um agricultor deixou o único cavalo que tinham escapar. Ao saber da história, os vizinhos foram a casa do senhor, mostrando-se preocupados. “É uma desgraça, pois agora você vai ficar sem um animal para o ajudar com o trabalho. Que má sorte!”. Sem pestanejar, o agricultor respondeu: “pode ser má sorte”.

No dia a seguir, o cavalo regressou, juntamente com outros sete cavalos que o tinham seguido, e o agricultor passou a ser o homem mais rico da aldeia. Então, todos os habitantes da aldeia fizeram questão de lhe dar os parabéns. “Que sorte, é um milagre!”, disseram. “Talvez”, respondeu o agricultor.

No dia seguinte, o filho dele partiu a perna enquanto tentava domar um dos cavalos selvagens. Entretanto, o inverno aproximava-se e o agricultor não podia tomar conta dos campos sozinho. “É terrível o que lhe aconteceu!”, disseram os vizinhos. “Talvez”, respondeu novamente o agricultor.

No dia a seguir, o exército chegou à aldeia para recrutar jovens saudáveis para lutar numa guerra impossível de ganhar, e o filho do agricultor não foi levado devido à perna partida. “Que sorte, os nossos filhos partiram para a guerra e o seu não!”, disseram os vizinhos. Novamente, o agricultor respondeu: “talvez”.

A moral desta antiga fábula chinesa é que tudo o que acontece, por pior que seja ou pareça, pode acabar por ser positivo. Como diz o velho ditado, há males que vêm por bem. Por isso, procure não desesperar quando tudo parece correr mal, e tenha esperança no futuro.

PARTILHE!

Panquecas salgadas: uma refeição ligeira maravilhosa!

Pantera negra raríssima fotografada pela primeira vez em 100 anos