in

Homem repara em veado com aparência bizarra no quintal. Quando se aproxima, percebe que este está desesperado por ajuda

A maioria de nós correria para ajudar um animal em necessidade, como um cão na estrada ou um gato preso numa árvore. Mas o que aconteceria se esse animal fosse antes um veado, aparentemente preso em alguma coisa?

Bem, se for um bom samaritano, chama as autoridades e corre para ele. Segundo o comunicado de imprensa da Comarca de Monmouth, em Nova Jersey, a SPCA recebeu uma chamada de um homem assustado após encontrar um veado muito estranho:

“O Condado de Monmouth SPCA está feliz por ter participado no resgate, que durou o fim-de-semana, e que envolvia um veado com um candeeiro preso na cabeça. Ele foi visto pela primeira vez por um homem em Colts Neck depois de ter sido ostracizado pelo rebanho.”

O pobre veado tinha enfiado a cabeça num candeeiro de plástico e não conseguia tirá-la! O relógio estava a passar, e as equipas de resgate correram para o local. Depois de algum tempo a rastrear o animal, conseguiram sedá-lo para remover o plástico.

De acordo com a Divisão NJ de Peixes e Vida Selvagem, o veado foi sedado para que o equipamento pudesse ser removido, e foi também marcado e tratado. A equipa de resgate esperou que ele recuperasse forças para deixar o local, mas os esforços não pararam por aí.

Felizmente, a equipe conseguiu libertar o pobre veado antes de o efeito da sedação desvanecer. Mas quando o animal acordou, ficou claro que algo não estava certo…

Minutos depois de deixar a propriedade, o MCSPCA recebeu uma segunda chamada – mas desta vez, havia pânico na voz do homem, pois o veado tinha-se deitado de costas e estava com dificuldade em respirar. Entretanto, soube-se que não tinha acesso a comida ou água há quase 5 dias.

Em vez de ignorar a chamada e deixar a natureza seguir o seu curso, os voluntários do MCSPCA correram de volta para a área arborizada. Lá encontraram o veado deitado no chão, a lutar para sobreviver.

Deann Bowen, técnico veterinário do abrigo MCSPCA, foi quem administrou os fluídos. Colocou cuidadosamente o soro e esperou que os fluidos entrassem na corrente sanguínea do animal.

“Ele estava completamente desidratado. Depois de administrarmos os fluidos, a cabeça dele foi levantada e, depois de alguns minutos, a respiração voltou ao normal”, conta Deann.

Poucos minutos depois, o veado saiu de cena, aparentemente em plena saúde.

Pouco antes de o veado correr para a mata, ele parou junto ao grupo de resgate, como se quisesse agradecer. Entretanto, o animal não voltou a ser visto sozinho na floresta desde então, o que é um bom sinal pois significa que a sua família o aceitou de volta. PARTILHE!

25 árvores espetaculares!

Estrela country dá o seu toque pessoal a “Bohemian Rhapsody” e deita a casa abaixo