in

Pai desesperado partilha os seus pensamentos sobre o suicídio do seu filho de 12 anos: foi culpa do isolamento

Recentemente, Brad Hunstable perdeu o filho de 12 anos, Hayden, por suicídio, o que lhe causou uma dor profundamente devastadora.

Entretanto, o corajoso pai resolveu gravar um vídeo onde expressou os seus pensamentos sobre a tragédia. “O meu filho morreu de Coronavírus, mas não no sentido que você imagina”, disse.

Hayden suicidou-se por enforcamento no seu quarto, tendo sido encontrado pela irmã mais nova.

O jovem era “gamer”, isto é, dedicava bastante tempo a jogos de computador, para os quais tinha grande habilidade. Infelizmente, tornou-se um vício e passou a ser cada vez mais difícil para Hayden controlar as emoções, tanto que chegou a atirar o comando com que jogava ao ecrã que os pais lhe tinham dado no Natal.

Para mostrar ao filho que aquela atitude não era admissível, Brad disse-lhe que não lhe ia comprar outro monitor a não ser que ele ajudasse nas tarefas domésticas e melhorasse o seu relacionamento com a irmã. Hayden assim fez, por isso recebeu um novo ecrã.

Depois de o jovem se suicidar, a família descobriu que este também tinha partido o segundo monitor, provavelmente noutro acesso de raiva.

Segundo Brad, o filho não apresentava sinais de depressão, e estaria vivo se não tivesse acontecido a pandemia que o obrigou a permanecer isolado em casa durante tantos dias.

Desejamos toda a força a esta família.

Mulher de 56 anos salva a vida de um polícia pulando nos ombros do homem que o estava a atacar

Cão espera 3 meses pelo dono que morreu de Covid-19 no hospital