in

Orangotango tenta desesperadamente salvar a sua casa ao lutar contra escavadora

Infelizmente, o ser humano continua a destruir o planeta, incluindo florestas, o habitat de inúmeras espécies de animais em vias de extinção.

O mais triste é que é apenas para benefício próprio, para a construção de mais edifícios, fábricas, ou outras coisas, sem ter em atenção as consequências futuras.

Os mais prejudicados nisto são os animais, seres indefesos e sem voz, que ficam sem as suas casas. Os ativistas fazem os possíveis para travar as grandes empresas de fazer tudo aquilo que lhes apetece, mas a verdade é que elas têm muito poder.

Recentemente, a cena emocionante de um orangotango desesperado a tentar salvar a sua casa de uma escavadora que estava a desflorestar uma parte da Indonésia deixou muitas pessoas de coração partido.

“Na Indonésia, a desflorestação fez a população dos orangotangos baixar drasticamente. Os seus habitats são destruídos e os orangotangos passam fome e acabam mesmo por morrer”, informa a International Animal Rescue, organização sem fins lucrativos de defesa do bem-estar dos animais com sede no Reino Unido, que ajuda a resgata e reabilitar animais domésticos e selvagens.

Felizmente, o pobre orangotango acabou por ser resgatado e transferido para uma área protegida da floresta, mas ninguém pode desfazer o trauma que lhe foi infligido.

A Floresta Sungai Putri é um dos poucos habitats que ainda restam para orangotangos selvagens em Bornéu, e mesmo assim está ameaçada pela expansão das plantações de dendê e outros projetos.

Os orangotangos já ficaram sem metade dos seus habitats naturais devido às operações madeireiras desde 1970.

Então, é importante divulgar este assunto para podermos todos ajudar a salvar os orangotangos de Bornéu e outros animais em risco, partilhando e fazendo doações, por exemplo para o International Animal Rescue.

Se todos nos ajudamos um pouco, de certeza que o mundo se tornará um lugar melhor para todos, humanos e animais.

PARTILHE!

9 receitas de bolo simples para o lanche

Companhia aérea pede que mulher “se cubra ou saia do avião” por estar supostamente vestida de maneira imprópria